2010, O ANO DA VIRADA?

18 01 2010

A crise mundial já passou e não deixou mínima saudade. Como diz a velha máxima “depois da tempestade vem a bonança”, as agências apostam em 2010 como o ano de crescimento.

Foi nesse clima que o DN de hoje publicou entrevista com três diretores de grandes agências do Ceará. Sérgio Fiuza, da Slogan; Orlando Mota, da Mota; e Evandro Colares, da Advance; contam para o mercado suas expectativas para esse ano que surge com mares mais calmos.





BASTIDORES 3

12 01 2010

A bola da vez é de Bruno Marques. O mídia da Mota Comunicação fala coisas sobre ele e a agência que normalmente ninguém comenta. Bom pra gente.

1 – Nome, cargo e agência?
Bruno Marques, Mídia, Mota Comunicação.

2 – Entre tantas agências na cidade, pq essa?
Já passei por algumas agências e surgiu essa oportunidade de trabalhar com o Adriano Gonçalves. Oportunidade como essa não aparece todo dia, concorda?

3 – O time de futebol daí vale alguma coisa?
Rapaz, não existe. O Felipe fala, o Giu reclama, o Diego convoca, mas no final o único jogador, craque, diga-se de passagem, sou eu! Já avisei: Com a camisa 9 eu resolvo. Rs.

4 – Em cima da sua mesa tem o que?
Um squeeze do Ceará Sporting Club que comprei ainda na Promosell com nosso grande amigo, Mario Ribeiro.

5 – Os convites que você recebe para eventos são repartidos com a criação?
Claro. Aliás. Criação e atendimento recebem. Esta semana vou até tentar conseguir entradas para o show do José Augusto para a Dona Nini, moça da copa que nos serve um delicioso café.

6 – A gente sabe que você é um cara discreto, mas entregue um podre de um colega seu.
ahahahaha. Lembro da pose futebolística do Tião (ex-mídia Promosell). Num campeonato realizado pela FIC, levei meu volante para jogar e o homem não acertava um passe! Rs.


7 – Quem chega na sua agência pela primeira vez tem qual impressão?
Na Mota ninguém sorri ou brinca. Mas é só a impressão.


8 – Confesse agora seu apelido na agência.
ahahahaha. CLARO que todo mundo já curtiu dizendo que pareço o Cara-crachá, mas me chamam de Bruno mesmo. Rsrs.


9 – Na festa de fim de ano da agência, quem foi o protagonista da bebedeira?
Felipe.


10 – Você acha que mereceu uma estrelinha brilhante pelo seu trabalho em 2009?
Acho que poderia ter sido melhor. Mas ganharei estrelinha no final de 2010. Rs.


11 – O que você fez muito na sua agência em 2009 e que não vai repetir em 2010?
Não dividi cortesias para cinema. Em 2010, prometo ser mais generoso. Até já distribui cortesias para cinema em dois momentos distintos neste ano.


12 – Você trocaria seu emprego por…
Uma vida tranquila no Havaí, na beira da praia, surfando nos finais de tarde.


13 – Pra terminar, você acha que existe alguma chance do Ceará ir pra Libertadores ano que vem?
kkkkkkkkk. Pó! Claro! Estamos estudando se será via COPA DO BRASIL (com o título) ou via BRASILEIRÃO (vaga no G4). Aliás, com o título da Copa, podemos até ficar em 5º no Brasileirão para jogarmos a Sulamericana também. Libertadores 2011, eu vou! Ehehehe.

Ta aí o Severino:





O FELIZ NATAL DOS ANUNCIANTES

24 12 2009

Não era pra menos. Hoje saiu muitos anúncios desejando Feliz Natal a todos. Entre tantas peças, vamos destacar esses dois abaixo:

Quem assina o Natal Esmaltec é a Acesso.

Já a Prefeitura de Fortaleza fez um anúncio alerta: depois da festa, se bebeu não dirija. Quem assina é a Mota.

[PERGUNTA] O que eles querem dizer com os balões que saem da lata e da chave? Que eles não combinam, é isso?





O POVO: BATE-PRONTO COM MOTA

3 12 2009

Saiu hoje no jornal O Povo uma conversa com o publicitário Orlando Mota, da Mota Comunicação. Criatividade, dia mundial da propaganda, cenário da publicidade nordestina, sede própria para o Sinapro e o FestPro foram alguns dos assuntos. Vejam abaixon na íntegra:

Amanhã (4), é o Dia Mundial da Propaganda. Na data, os publicitários – principalmente os brasileiros – vão celebrar tudo de bom que o ano trouxe, mas não é só. Como afirma o presidente do Sindicato da Agências de Propaganda do Ceará (Sinapro-CE), Orlando Mota, é hora também de sentar e traçar planos para o ano eleitoral que se aproxima e mais: o momento de valorizar o bom momento da publicidade cearense que, segundo ele, se reafirma no mercado pela criatividade que tem. “Nosso negócio, no final da história, é a boa ideia. (…) É a grande bandeira da publicidade cearense“, ressalta Mota. Confira em seguida um bate-pronto com o publicitário sobre o assunto:

O POVO -Amanhã é comemorado o Dia Mundial da Propaganda. Qual a relevância dessa data para a publicidade aqui no Ceará?

Orlando Mota – É sempre importante celebrar uma profissão que movimenta uma cadeia econômica tão forte. As agências têm a função de disseminar um processo efervescente de ideias. Não existiriam veículos de comunicação, gráficas, produtoras de vídeos se não existissem as agências. Nessa data, as pessoas param e olham para quem pensa e conduz toda uma cadeia a partir do pensamento.

O POVO – A Sinapro vai ter alguma programação ou campanha especial?

Orlando Mota – Além da comunicação da data, a gente vai fazer um almoço entre as agências associadas, para repercutir tudo que fizemos neste ano. Nós nos organizamos, por exemplo, no sentido de ter uma sede própria e que seja espaço de confidências. Vamos repercutir também o fato de o Nordeste estar se destacando cada vez mais (no cenário publicitário) e de ter virado a bola da vez. Outra questão é que se até o ano passado fazíamos o FestPro nesse período de dezembro, agora vamos fazer no começo do ano. Assim, vamos nos preparar para o ano de 2010, reforçando a ética e a criatividade na publicidade cearense, vamos trabalhar de forma mais associativa também.

O POVO – Nesse aspecto, que pontos podem ser destacados na publicidade cearense?

Orlando Mota – O mercado publicitário cearense está se afirmando cada vez mais, somos líderes de qualquer premiação publicitária. Nossa propaganda é muito bem feita, apesar do PIB ser um dos menores do País. Pela criatividade nos afirmamos enquanto mercado. Nosso negócio, no final da história, é a boa ideia. Se ela não existir por trás de um anunciante, ele não vai funcionar. Reafirmar a criatividade é o grande barato, é a grande bandeira da publicidade cearense. O anúncio da Sinapro vai estabelecer discurso e homenagem, porque são quase mil pessoas que fazem a propaganda cearense. Eles têm que começar a olhar o mercado da forma positiva que somos vistos.